out11

O outdoor da nova geração

Até poucos anos atrás, as pessoas que apareciam na mídia – principalmente com foco em entretenimento – eram artistas ou modelos que se consagravam pelo seu trabalho. Mas atualmente com o advento das redes sociais todos estamos expostos em uma grande vitrine. Recordo-me que a prática de fazer declarações de amor para namorados (a) e amigos já se expondo na internet teve início nos depoimentos do extinto Orkut, mas relatar os fatos mais banais desde “acordei cedo e comi um biscoito” até grandes desabafos foi mesmo no Twitter. Era incrível observar a criatividade de alguns internautas como Hugo Gloss que escreviam (em 140 caracteres) sacadas super inteligentes sobre a vida dos famosos e hoje é uma das celebridades mais queridas do Brasil.

No entanto, o ponto chave da questão que quero abordar é: qual a real importância das redes sociais nas nossas vidas? Após muito analisar, arrisco dizer que mais que ter entretenimento as pessoas querem mesmo é ser vistas e ouvidas. Pela primeira vez na história, os holofotes já não estavam mais exclusivamente em cima das figuras ricas e famosas do mundo artístico, agora qualquer um poderia se fazer enxergar postando frases em seu micro blog e fotos com os amigos nas baladas ou em restaurantes. Uma coisa para mim está muito clara, é inerente ao ser humano querer ser amado e aprovado pelas pessoas da sua convivência. Mas essa tal “aprovação” passa a ganhar uma lente de aumento quando você expõe sua vida para milhares de pessoas nas redes sociais mais atuais e comentadas do momento como o Facebook e Instagram.

Ainda nessa linha de raciocínio, comentei uma vez com um ex chefe que eu sempre tive blog, ele quis saber do que se tratava e eu respondi que eram blogues pessoais. Na mesma hora ele debochou e disse que ter um blog pessoal era a maior perda de tempo, já que a única pessoa que sente real interesse pela sua vida é a sua mãe. Essa afirmação é correta? Não! é ERRADA! Mil vezes errada! Provavelmente meu ex chefe não tenha se dado conta, mas notoriamente as pessoas compram livros de auto biografia, revistas nas bancas, assistem reality shows e te seguem nas redes sociais – leem seu blog – por que elas querem saber da sua vida sim! E isso não é algo ruim, é simplesmente pelo fato de que todos nós (acredito que sem exceção) precisamos ter alguém ou algo para nos identificarmos. É super normal seguirmos no Instagram, por exemplo, pessoas que se vestem como gostamos, que viajam para lugares que gostaríamos de conhecer ou que dão dicas incríveis sobre vida fitness simplesmente por que buscamos um ponto de inspiração no outro. O ser humano gosta de fazer descobertas e se reconhecer nas pessoas que admiram, pois somos seres sociais. Em resumo,  seja por curiosidade, encantamento e até mesmo por recalque (no caso dos haters), todos nós gostamos de dar uma espiadinha na vida – rede social – alheia.

Com as novas tecnologias dos dispositivos móveis e as atualizações cada vez mais surpreendentes dos aplicativos e redes sociais, a comunicação ficou cada vez mais rápida, pois é totalmente possível tirar uma foto ou gravar um vídeo e compartilhá-lo com seus seguidores e fãs em tempo real. Com isso, muitas mudanças comerciais passaram a acontecer no mercado publicitário, pois as “modelos” dos outdoors da nova geração passou a ser as digital influencers. O termo é relativamente novo, mas basicamente engloba todas as pessoas que produzem conteúdo digital voltado para a internet e que ditam moda, mas acima de tudo se fazem presentes e mais “humanos” perante o público. Não é necessário mais ser atriz ou estar na TV para conquistar seguidores, basta ter criatividade e fazer um trabalho bacana que terá grandes chances de se tornar popular nas redes. A agilidade das informações permitiu que o tradicional e engessado fosse substituído pelo flexível e inovador. Dessa forma, podemos nos sentir cada vez mais conectados e próximos uns aos outros.

E você o que acha dessa nova fase de tecnologia e redes sociais em que vivemos? Deixe suas experiências e opiniões nos comentários!

O outdoor da nova geração

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *