blogi

E agora?

Quando as aulas na faculdade terminaram, eu só tinha uma certeza: nenhuma!
Confesso que além do desespero, uma forte crise se abateu sobre mim e principalmente tirou meu confortável “rótulo” de estudante. Definitivamente, eu não teria mais milhares de trabalhos e provas para fazer (ok, essa parte eu adorei!), não teria a companhia diária dos meus amigos, nem o delicioso bolo de copo que vendia na cantina, dali para frente tudo seria muito diferente!

Será que vou dar conta da vida adulta? Quais as desculpas eu daria quando os parentes perguntassem: “Formou? Tá trabalhando?” Eu teria boas oportunidades de trabalho? Conseguiria o emprego dos sonhos? Muitas indagações que naquele momento eu não era capaz de responder.

Mas também pudera, acostumada a estudar desde os 3 anos de idade, emendando a escola na faculdade, uma faculdade na outra, só poderia mesmo ter tomado gosto pelo estudo! E agora? E agora, José? José não. E agora, Paula? Segura essa aí! Chorei. Dramatizei em frente o espelho, pensei em fugir, chorei mais um pouco… Por fim, dormi chorando. Foi quando resolvi conversar com a Paula (no caso, eu mesma) que me deu um bom sacode: Pirou? Tá louca? Já acabou com o drama? Ou seu cérebro foi danificado? Deixa a faculdade acabar! As etapas da vida precisam se cumprir e nós evoluir.  O sentido da vida é pra frente e a hora é agora!

E foi assim que eu percebi que tem muito ainda o que ser feito e as possibilidades são infinitas: fazer exercícios para emagrecer, curso de mergulho, pós graduação, aulas de inglês (e outros idiomas), fazer filmagens incríveis, aprender novas receitas, juntar dinheiro para viajar, trabalhar no que amo, aprender diariamente coisas diferentes e por último, mas não menos importante, tomar vergonha na cara e parar de mimi!

Aí não deu outra, melhorei num grau! Só faltou a tequila! Arribaaaa!

E foi assim que nasceu a ideia e o nome do blog!

Gostou? Comenta, compartilha e espalha pra todo mundo.

E agora?

10 comentários sobre “E agora?

  1. Sim, minha amirmã. Realmente todas essas perguntas tomam conta da nossa cabeça e o desespero aparece. Porém, após um período de tempo, já mais calmas, percebemos que a vida é feita de ciclos, feita de portas para serem abertas. E muitas vezes, algumas portas só se abrirão quando fecharmos as portas que vão ficando para trás. É preciso deixar algumas etapas para trás para que outras oportunidades possam surgir. Assim é a vida. E todas as turbulências que vão aparecendo no caminho, apesar de muitas vezes deixarem estragos, servem para contribuir com o nosso crescimento pessoal. Tenho certeza que com todo o seu esforço e dedicação, várias portas irão se abrir para você. Ja sobre a sua pergunta “E agora, Paula?” só você consegue respondê-la melhor do que qualquer pessoa. Mas sempre que precisar de “uma luz” para chegar a qualquer conclusão, saiba que eu estarei sempre aqui.
    Estou adorando seu blog!!!!
    Beijos, te amo

    1. Obrigada, querida amiga!
      A minha pergunta é quase retórica. Mas é claro que contar com o apoio dos amigos é sempre muito importante!
      Não deixe de acompanhar o blog!
      Beijos

  2. Acredito que isso acontece com todos, mas como você disse é bom pararmos de mimimi! ahhahahahahahahah

    1. Oi Adriele!
      Acredito que todo mundo passe em algum momento por isso, mas logo a vida se encaminha de nos mostrar o nosso caminho!
      Não deixe de acompanhar o blog!
      Beijos

  3. Amei, vou fazer essa visitinha sempre aqui, até porque adoro tudo o que você escreve, e olha que já li bastante coisa dessa garota expert super antenada em tudo, talentosa e mega dramática!
    Falando nisso porque é tão mais dramático e faz parte do ritual de quase toda mulher chorar em frente ao espelho? Acho que é para se convencer que aquela situação é muito séria quando todos sabem o que está acontecendo e parecem não dar a mínima de meio mundo estar ameaçando desabar sobre a nossa cabeça, e depois quem nunca passou por isso que atire o primeiro diploma… E agora Paula??? Essa resposta está aí dentro de si mesma, dentro de cada um de nós.
    Sucesso pra você lindona, vou ficar aqui grudadinha no seu blog que já é sucesso garantido, aguardando as próximas postagens! Beijos e mais beijos adoro você e o seu blog também.

    1. Muito obrigada, Miriam!
      Espero que o blog se torne cada vez mais interessante e fácil de identificação.
      Não deixe de acompanhar o blog e as novidades!

  4. Paulinha, calma. tudo se ajeitará no seu devido tempo. O que importa agora é sua persistência e iniciativa. Boa sorte é o que sempre lhe desejei. Com esse trio vc há de sonhar, achar o seu caminho e inventar a sua vida.
    Adorei o blog. Parabéns. Siga em frente.
    Junia
    BH – 12/03/2016

    1. Obrigada pelo incentivo de hoje e de sempre, tia Júnia!
      Fica ligada no blog!
      Beijos

  5. Prima,
    Adorei a idéia desse blog.
    Espero que você tenha sucesso colocando pra fora o turbilhão de assuntos que deve existir nessa cabeça.
    Preciso de um blog também (kkk).
    Sucesso com o seu.
    Beijos!!!

    1. Ei Thi!
      Muito obrigada!
      Fico contente que você tenha gostado! Faça um também!
      Beijos e continue acompanhando o blog.

Os comentários estão fechados.